Terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Só por hoje  quero dar tempo ao sentir (…) Quero me reencontrar na gratuidade do escutar, na beleza do sentir. Quero e desejo sentir mais e racionalizar menos, contemplar mais e concluir menos, sentir mais e viver mais, amar mais, sempre mais. “O amor não se define…Sente-se” (Sêneca).

 

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *