Terça-feira, 30 de julho de 2019

Só por hoje  quero dar alimento ao que sustenta o amor. Quero alimentar a paciência e dar vazão à compreensão. Quero aprender ou reaprender a me alegrar com a alegria dos outros. Desejo proceder de tal forma que a minha vida seja um verdadeiro gesto de amor. “O amor é paciente, é prestativo, não é invejoso, não se ostenta, nada faz de inconveniente, não procura o seu próprio interesse, não se irrita, não guarda rancor” (1Cor 13,4ss).

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *