Terça-feira, 20 de agosto de 2019

Só por hoje quero reconhecer e agradecer tudo o que a vida me deu como presente. Quero, também, reconhecer e agradecer tudo o que conquistei ao longo do meu viver. Quero, além de reconhecer, orientar o que está ao meu alcance e que pode ser importante. Quero fazer correto uso da liberdade, que é parceira da responsabilidade. Só por hoje quero fazer bom uso de tudo o que a vida me presenteou e de tudo o que conquistei com o meu esforço. “Não se deve julgar um homem pelas suas qualidades, mas sim pelo uso que faz delas” (François de La Rochefoucauld).

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *