Terça-feira, 14 de maio de 2019

Só por hoje quero ser mais que certas pessoas e mais que a soma das situações. Desejo perdoar quem é de perdão. Quero ser tolerante para com quem me magoou ou quem pisou na bola comigo. Quero que a paz do perdão tenha mais força que o orgulho que envaidece. “Pedir desculpas nem sempre significa que você está errado e a outra pessoa está certa. Às vezes, significa que você valoriza a relação mais do que o seu ego” (Sabedoria popular).

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *