Terça-feira, 03 de dezembro de 2019

Só por hoje quero aprender com a sabedoria dos rios e com a realidade de um vulcão. Quero buscar ser profundo no jeito de viver em constante transformação. Quero transformar cada conquista ou ponto de chegada em renovado ponto de partida. Quero tirar proveito dessas frases para o meu viver: “A água corre tranquila quando o rio é fundo” (William Shakespeare); “O entusiasmo é um vulcão em cuja cratera não cresce a relva da hesitação” ( Khalil Gibran); “ Nunca dês um nome a um rio: sempre é outro rio a passar” ( Mário Quintana). 

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *