Sexta-feira, 29 de novembro de 2019

Só por hoje quero distinguir duas formas de proceder na vida: amar-se e se buscar. Amar-se é condição de possibilidade para amar as pessoas e é critério para um amor sincero, verdadeiro, inteiro e de qualidade. Agora, buscar-se é egoísmo. Buscar-se tende a usar as pessoas como objetos e como coisas para a satisfação. E usar pessoas é, no mínimo, uma inversão grave de valores. Desejo e quero me amar, gostar sempre mais de mim e fazer da minha vida uma dança do amor. “Amar a si mesmo é o começo de um romance que vai durar a vida inteira” (Oscar Wilde).

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *