Sexta-feira, 27 de dezembro de 2019

Só por hoje quero prestar atenção ao que as pessoas fazem. Quero estar atento ao que eu faço. Quero olhar para a coerência entre o que as pessoas falam e o que realizam, entre o que criticam e como se comprometem. Quero olhar para mim a partir daquilo que as pessoas fazem e aprender disso. Quero testemunhar valores que me façam ver não apenas a aparência, mas a essência e a coerência. Só por hoje quero escutar o que as pessoas realizam. “Ao envelhecer, parei de escutar o que as pessoas dizem. Agora só presto atenção ao que elas fazem”   (Andrew Carnegie). 

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *