Sexta-feira, 1 de março de 2019

Só por hoje  quero aprender a transcender as aparências por mais lindas que elas sejam. Quero olhar para o que é essencial na vida. Quero ser a cor do bem-estar, o sabor da bondade, quero ser a alegria que acolhe e deixa todos à vontade em minha volta. Mas quero, acima de tudo, ser o perfume do bom humor e da coerência que contagiam. Quero ser o perfume da compreensão que olha nos olhos, o perfume da paz que nasce da compreensão, da paciência e do amor à verdade. Quero ser o perfume da competência e da humanidade. Quero apreciar a aparência como algo que decorre da essência. “Não se conhece o perfume pela beleza da flor” (Sabedoria popular).

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *