Segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Só por hoje  quero ver as semelhanças que unem as pessoas e aprender das diferenças que enriquecem o conviver (…) Quero olhar para as flores, para o céu estrelado, para o sorriso das crianças, para tudo o que for sutil e que costuma facilmente ser ignorado pelas correrias. Quero massagear uma sensibilidade que cultive a sutileza que busca aprender em tudo. “A sutileza do pensamento consiste em descobrir a semelhança das coisas diferentes e a diferença das coisas semelhantes” (Montesquieu)

 

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *