Segunda-feira, 09 de setembro de 2019

Só por hoje  quero acender o brilho nos meus olhos e permanecer com os pés no chão; quero ter bom senso e quero ser livre perante os conceitos e preconceitos; quero viver com leveza e com gentileza. “Gosto de gente com a cabeça no lugar, de conteúdo interno, idealismo nos olhos e dois pés no chão da realidade. Gosto de gente de coração desarmado, sem ódio e preconceitos baratos. Com muito amor dentro de si. Gente que erra e reconhece, cai e se levanta, apanha e assimila os golpes, tirando lições dos erros” (Arthur da Távola).

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *