Sábado, 30 de março de 2019

Só por hoje quero estar bem comigo mesmo, quero construir pontes entre a teoria e a prática, quero estabelecer boas relações com as pessoas e, acima de tudo, quero me sentir inteiramente comprometido com o que me cabe no hoje da vida. Desejo mergulhar profundamente ao que me cabe ser e fazer no dia de hoje. Desejo e busco o que for melhor e o que legitima a coerência. Não quero ser humilhado pela coragem alheia, mas sim desafiado para ser melhor e a fazer melhor. “Nada nos humilha mais do que a coragem alheia” (Nelson Rodrigues).

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *