Sábado, 26 de outubro de 2019

Só por hoje quero diferenciar e tirar proveito de duas realidades que costumam entrar em nossa casa sem tocar a campainha: o sofrimento e a tristeza. Quero entender que a tristeza é um sinal e um alerta para nos despertar ou desafiar sobre algo que não vai bem em nossa vida. Se estou triste é porque algo não anda bem na minha vida e está querendo ser melhor: são situações ou decisões que estão sendo proteladas, ou porque alguns aspectos da vida ficaram no esquecimento, ou porque querem fazer parte do dia a dia. Desejo pensar sobre o que anda bem no meu viver. O primeiro para cultivar e o segundo para mudar. E o sofrimento? Ele amadurece nossa vida, purifica nossas motivações e pode passar pelo crivo da nossa decisão, sobretudo no que tange ao tempo dado ao sofrimento. “A dor é inevitável, o sofrimento é opcional” (Carlos Drummond de Andrade).

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *