Sábado, 22 de junho de 2019

Só por hoje  quero cultivar o encantamento. Quero aprender essa virtude com as crianças que sabem se encantar com tudo e são naturais nas suas reações. Quero aprender com os mestres da sabedoria a arte do encanto. Um mestre, um dia, mostrou aos seus discípulos uma flor e pediu-lhes que a olhassem. Olharam, em silêncio, para a flor por certo tempo e, logo, um deles sobre ela fez uma erudita preleção. Outro fez sobre ela uma poesia e um terceiro compôs uma parábola, tentando cada qual sobrepujar o seu colega em arte e profundeza. Um deles, porém, apenas olhou a flor, deixou a beleza e o perfume da flor tocar o seu coração, sorriu silenciosamente e nada disse.

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *