Sábado, 06 de abril de 2019

Só por hoje quero repensar a liberdade do escolher. Quero mergulhar no coração do povo que consegue interpretar os fatos, os acontecimentos, o dia a dia com bastante sabedoria. Um dos ditos da sabedoria popular afirma: você é livre para plantar o que quiser no seu jardim ou na sua terra. Mas você é escravo para colher o que plantou: se plantou trigo, trigo colherá; se plantou joio, joio colherá; se semear compreensão, carinho colherá; se semear vento, tempestade colherá; se plantar fofocas, confiança perderá; se plantar justiça, paz sentirá. “Você é livre de suas escolhas, mas prisioneiro de suas consequências” (Pablo Neruda).

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *