Quinta-feira, 30 de maio de 2019

Só por hoje quero mergulhar na dinâmica da verdade. Quero compreende-la em sua essência e com todos os seus ingredientes. Sei que não existe meia verdade nem meia mentira: ambas são mentiras. Desejo mergulhar na força da verdade que liberta, que me faz coerente e que me dá credibilidade diante das pessoas. Desejo que o amor à verdade seja a minha bandeira de vida. “A verdade é uma armadilha: não há como capturá-la sem ser por ela capturado” (Soren Kierkegaard).

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *