Quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Só por hoje quero ir além das aparências, quero ir além do descartável e do passageiro.  Quero mergulhar, apesar de tudo e de tantos, naquilo que é importante e perene, buscar compreender aquilo que é capaz de dar sentido profundo à vida.  “Vivemos em plena cultura da aparência: o contrato de casamento importa mais que o amor; o funeral mais do que o morto; as roupas, mais do que o corpo; e a missa, mais do que Deus” (Eduardo Galeano).

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *