Quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Só por hoje  quero imaginar o impossível, admitir o nunca trilhado, sonhar sonhos nunca sonhados. Quero sensibilizar meus sentidos. Quero ressuscitar a grandeza da sutileza, da delicadeza e da gentileza. Quero ver além das aparências, quero sentir para além do visível, quero ser vitorioso para além de resultados. “Não é preciso ter olhos abertos para ver o Sol nem é preciso ter ouvidos afiados para ouvir o trovão. Para ser vitorioso você precisa ver o que não está visível” (Sun Tzu).

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *