Quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Só por hoje quero estar profundamente comigo. Quero abrir os olhos do coração e da esperança e quero ver e contemplar, entender e compreender, estar e acontecer, cantar e encantar, rever e ver melhor. Quero escolher estar comigo. Quero gostar tanto de estar comigo, não como fuga do mundo, mas como encontro na melhor companhia. Quero escutar a vida que deseja vibrar. “Sente-se à beira do amanhecer, o sol nascerá para você. Sente-se à beira da noite, as estrelas brilharão para você. Sente-se à beira do riacho, o rouxinol cantará para você” (L. Valhira).

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *