Quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Só por hoje quero descomplicar o que facilmente complicamos. Quero me surpreender com algo lindo e surpreendente: saber-me e acolher-me amado. Sei que somente o amor é capaz de tornar tudo novo, eternamente novo. Somente a vivência do amor faz com que a vida seja vivida com prazer, alegria e entusiasmo. Quero amar gratuitamente e quero deixar-me amar pelas pessoas, pela natureza, pelo autor da vida, pelo dinamismo da vida. Quero deixar-me amar pelo amor e quero traduzir esta vivência única em gestos de amor: “Não somos amados por sermos bons. Somos bons porque somos amados” (Desmond Tutu).

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *