Quinta-feira, 07 de novembro de 2019

Só por hoje  quero olhar a vida de frente, quero encarar cada momento como oportunidade. Quero ser firme e forte, mas também desejo ser terno e suave. Quero ter um olhar sincero e solidário, amigo e compreensível. “Se a gente cresce com os golpes duros da vida, também podemos crescer com os toques suaves da alma” ( Cora Coralina ); “ As pessoas às vezes machucam as outras pelo simples fato de estarem machucadas ” ( Charles Chaplin).

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *