Quarta-feira, 24 de abril de 2019

Só por hoje quero compreender e reconfigurar os meus exageros. Quero perceber onde preciso mudar urgentemente. Quero aprender a arte de desconfiar: nem como frieza nem como afastamento das pessoas, mas como forma de recomeçar e enfrentar a vida com nova postura. Desconfiar e mudar de postura onde o erro é exagerado e perceber o que isso significa: “Errar é humano, mas quando a borracha se gasta mais do que o lápis você está positivamente exagerando” (J. Jenkis) Quero também refletir sobre o significado do viver em nossos dias: “Viver é mais que vencer dias e anos. É preenche-los com ideais de amor, grandeza e otimismo É plantar hoje o que desejamos amanhã” (Wagner P. de Menezes).

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *