Quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Só por hoje  quero exercitar duas atitudes: abertura e liberdade. Quero estar aberto ao novo, a novas ideias, novos jeitos de ser, novas formas de proceder, novos métodos de compreender realidades outras. Quero, também, libertar-me de ideias que foram boas no passado, mas que hoje não tem mais sentido. Quero não somete admitir o novo, mas firmemente deixar no passado o que não tem mais relevância no presente. “O difícil não é implementar novas ideias nas cabeças das pessoas, mas sim retirar as antigas” (Mary Lippitt).

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *