Domingo, 21 de abril de 2019

Só por hoje quero perceber e deixar-me tocar pelos inúmeros sinais da vida. Diante deles, quero parar por uns instantes. Quero contemplá-los para compreender, escutá-los para me ouvir. Quero exercitar o olhar, quero curtir as coisas boas presentes em tantas manifestações da vida. Quero valorizar e priorizar a capacidade da escuta: escutar a vida que irrompe por tudo, escutar o sotaque do coração que deseja amar, escutar a dor e a alegria, escutar o próprio silêncio. “A fala é bonita quando ela nasce de uma longa e silenciosa escuta” (Rubem Alves).

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *