Domingo, 13 de outubro de 2019

Só por hoje  quero dar cor, brilho e sabor ao viver. Quero simplificar o que deseja ser simples. Quero dar leveza ao viver, suavidade às relações e prazer às comemorações. Quero dar “colírio” ao olhar para que seja capaz de enxergar, de sentir e de aproximar. Só por hoje quero entender que viver é mais importante que pensar, que ser feliz é mais sensato que ter razão. “Se pudesse viver novamente minha vida, na próxima trataria de cometer mais erros, não tentaria ser tão perfeito, relaxaria mais” (Jorge Luís Borges); “Quem não compreende um olhar tampouco compreenderá uma longa explicação” (Mário Quintana).

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *