Domingo, 09 de junho de 2019

Só por hoje quero lembrar-me de todas as pessoas que fizeram e fazem parte da minha vida. Recordar é viver. Quero lembrar-me dos aprendizados que deixaram. Quero fazer memória viva de tudo o que foram e viveram, testemunharam, sonharam e acreditaram. Quero atualizar, criativamente, todas as lições de vida deixadas. Quero dar um mergulho profundo em minha alma.  “Minha alma tem o peso da luz. Tem o peso da música. Tem o peso da palavra nunca dita, prestes quem sabe a ser dita. Tem o peso de uma lembrança. Tem o peso de um olhar. Pesa como pesa uma ausência. E a lágrima que não se chorou. Tem o imaterial peso da solidão no meio de outros” (Clarice Lispector).

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *