Domingo, 07 de julho de 2019

Só por hoje quero aprender a ver a vida de dentro para fora, a exemplo das pessoas com deficiência visual, que costumam sentir e conhecer as pessoas de dentro para fora. Conseguem captar o estado de espírito pela entonação da voz, conseguem sentir nosso momento atual na simples forma de saudar. As pessoas sem deficiência visual costumam conhecer as pessoas de fora para dentro: pelas aparências, e pouco a pouco vão buscando conhecer a pessoa, isto é, também mergulham para o coração das pessoas. Quero focar-me naquilo que é importante, naquilo que plenifica a arte de viver. Só hoje quero aprender a ser sensível com a sensibilidade das pessoas com deficiência.  “Eu posso ver e é por isso que eu posso estar contente naquilo que você chama de escuridão, mas que para mim é dourada. Eu posso ver um mundo feito por Deus, não um mundo feito por um homem” (Helen Keller).

Mayer, Canísio. Só por hoje. São Paulo: Paulus, 2ª reimpressão, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *